sábado, 23 de setembro de 2017

Processo Seletivo Desumanizado

Você já deve ter escutado a sentença, “mentir com boas palavras”. Ao escutar você deve estar pensando que foi um grupo de político corrupto que a proferiu. Mas, vou desapontá-lo, esta frase é dita pelo pessoal de relações humanas. Uma empresa que tem relações humanas que tem esta frase como configurador de ações nós força a dizer que esta empresa é no mínimo antiética. Usar este pensamento direcionador de ações é um grande desrespeito. Na verdade por coerência deveria trocar o nome para relações desumanas. E cada processo seletivo que participo, sou surpreendido por eles, pois a criatividade para mentir e tentar camuflar é incrível, mas esconder a consequência deste ato não é viável. É só olhar para a sociedade a sua volta e ver que não estamos beme a falta de ética é o que predomina.
Neste processo que participei da sua empresa foi exigido que fornecêssemos o rg, cpf e o pis. O pis? Está claro que todas estas informações são para especular a vida da pessoa, uma forma de fofoca, e também para passar estas informações para outra instituição. O direito ao sigilo é constitucional. Também todo o processo foi feito próximo da hora do almoço, pois a fome é uma forma de mudar o comportamento das pessoas e para complementar o ar condicionado estava liga e estava forte. Também com o objetivo de mudar o comportamento das pessoas e também direcionar a reclamação para camuflar outras. Pensam em tudo para mentir com boas palavras, mas não pensam em ser éticos e respeitar o ser humano.
A redação foi um tema que era direcionado para a filosofia, será que não foi pedido por alguma instituição de ensino. Falo isto sem medo de errar porque eu na conversa com os entrevistadores o nível filosófico não fazia parte de seus repertórios. Foi um tema fora da curva do que foi apresentado.
Foi-me perguntado um ponto que tenho que desenvolver. Eu respondi que sou ansioso, e é verdade, eu sou mesmo ansioso. Mas, a gerente de uma das lojas disse que não aceita mais esta resposta. Como assim, não aceita mais esta resposta? Quem é ela para não aceitar uma resposta de um candidato. Ela queria uma resposta que fosse mais adequada a exclusão, é isto que temos que pensar depois de tudo o que foi visto até o momento.
Depois foi me perguntado se sei usar bem o computador porque eu como foi promotor de vendas não uso muito computador no trabalho e que o sistema de vocês tem trezes páginas. OH! Treze páginas que difícil! Um livro que leio tem muito mais páginas do que isto. Já demonstra o nível da gerente da loja. E o pior também demonstra o preconceito dela. E também nas entrelinhas ela está dizendo que o treinamento da empresa é ruim e que você tem que aprender sozinho. E ainda podemos aprofundar com esta declaração dela. Pois, uma pergunta como esta significa que esta empresa tem dificuldade de acreditar em superação. Se uma empresa não acredita que uma pessoa pode se superar, fica difícil ser líder de mercado. E digo isto no caso dela porque a superação seria um enfrentamento a seu preconceito. Talvez esta empresa se preocupe mais com a capa do que o conteúdo. E o conteúdo é que faz a diferença e não a capa. Se você perder a capa terá ainda do conteúdo, mas para que serve uma capa sem conteúdo!

Até tentar manipular a resposta foi feito, além do que já foi exposto. É aquela velha forma de fazer uma mesma pergunta para todos e esperar que o último responsa o que querem. E isto foi deixado bem claro que era a segunda parte do processo. O que deu a impressão que foi uma pergunta encomendada. E como eu fui escolhido para responder por último significa que fui escolhido para ser manipulado, para ser excluído. E para que tanta manipulação, será que isto não irá chegar no cliente? 
Outra coisa que me chamou muito a atenção foi que só tinha três candidatos. Pois, o outro horário existia mais que o dobro. E voltado a questão da temperatura fora da sala não estava tão frio, e eles disseram que o ar era para todo o prédio. Muito estranho!
Ter três candidatos é o mesmo que uma empresa que tem três sócios, pois com esta quantidade o que sempre acontece é que um ficará sozinho nas decisões. E estava claro que quem ficasse sozinho iria ser excluído do processo. E se um da dupla apoiasse o outro também seria excluído do processo. E se o candidato decide quem fica ou quem sai então está na hora de contratar esta pessoa para fazer parte da empresa. Pagar o salário deles para este candidato, porque está fazendo o trabalho deles.  Jogar a responsabilidade para o candidato é covardia, pois se o pessoal das relações humanas tem que assumir a responsabilidade de suas ações. Eles têm que entender que os candidatos são seres humanos, algo que não percebi que fosse considerado um. 
Como eu tenho muita experiência em processo seletivo e que todos estes indícios é prova cabal que a empresa tem muitas dificuldades. Então resolvi pesquisar, e descobri que este empresa está em quinto lugar com 1,06% sendo o que está em primeiro está com 30,79%. E a vendas de aparelhos, a diferença também é gritante, ficando também na quinta posição. E também em questão de reclamação esta empresa está em primeiro lugar segundo o site reclame aqui. Então vocês vendem menos do que os outros e tem mais reclamação. Acredito que está na hora de repensar este processo seletivo, minha sugestão não poderia ser diferente, sejam éticos e abandone o mentir com boas palavras.
Tudo o que começa errado vai dar errado, é um ditado que o povo fala. E podemos ver que o povo está certo. Eu tenho certeza que faço muito melhor do que eles, pois não tenho preconceito. Não tenho a formação em relações humanas, mas pelo jeito eles também não. Se você ao ler estas linhas ficou incomodado e pensou que eu estou te provocando e motivando, acertou em cheio. Um convite a excelência é sempre bom. Apesar o que eu vivenciei com o pessoal desta empresa estou sendo otimista.

sexta-feira, 22 de setembro de 2017

Crescimento Antiético

 Vakenfosem é uma pessoa que incorporou muito bem o jeitinho brasileiro de tirar vantagem de tudo. Para isto ele desenvolveu muitas habilidades, como simpatia e sorriso. Aprendeu a dizer que ele é sempre bom em tudo o que faz. Mas, ninguém consegue ter uma alta qualidade em tudo o que faz. Para resolver este problema ele aprendeu a mentir. E com a mentira ele conseguiu as coisas muito mais fácies. Então para que estudar? Pensou ele. Se eu consigo fazer as coisas que quero.
Como ele sempre quis os holofotes apontasse sempre para ele, e nunca para os outros. Não aprendeu a reconhecer que outros seres humanos também tem atitude de qualidade. Que também são bons. Mas, ele não aceitava isto. Seu orgulho não deixava aceitar que outros eram bons e sua inveja mostrava que outros eram bons. Mas, ele não queria aceitar isto. Então ele tinha que destruir esta pessoa. Mas, como? Pois eu não posso fazer o mal para estas pessoas, porque outros perceberão em daí eu perco a minha plateia. E eu não posso abrir mão destas pessoas que me apoiam. Mesmo elas não sabem disso. Ele pensava como destruir estas pessoas.
Uma das táticas que ele usava é colocar uma pessoa como outra. E isto é muito eficiente quando as pessoas dão ouvidos a fofoca e não procuram saber se é verdade ou não o que se está sendo falado. E logo percebeu que a mentira era uma arma muito boa para isto. Poderia acabar com todas as pessoas que estavam em seu caminho. Ele as considerava como inimigo, mas o interessante é que esta pessoa não sabia disso.
Mas, em alguns casos ele tem que se aproximar da pessoa que irá destruir. E como fazer isto? Além da mentira, ele teve que desenvolver outra coisa, a hipocrisia. E estava usando muito bem estas duas coisas.
Em conversa com algumas pessoas, ele aprendeu que existe a inveja positiva. Você tem inveja de alguém, então você pode ser um estímulo para você. Ele poderia ter aprendido a fazer metas em sua vida. Ele poderia ter aprendido a se analisar e nesta análise poderia ver o que pode ou não melhorar. Conhecer a si é muito melhor que qualquer tipo de inveja. Poderia se dedicar aos estudos, pois os estudos é um grande incentivador de melhorias pessoais. Mas, ele já tinha decidido que o estudo não era legal, pois ele poderia conseguir tudo o que quer sem estudo.
Então a inveja positiva era uma grande camuflagem para praticar a sua inveja. Ele poderia se aproximar de pessoas para enganar e dizer que tem inveja positiva. Uma pessoa que tem inveja positiva é porque não sabe se dominar, não sabe bater seus próprios recordes. Não sabe ser introspectivo. E não sabe respeitar o desenvolvimento dos outros.
Mas, a inveja positiva deu oportunidade para ele continuar a ser mentiroso e também justificar qualquer ação que prejudique alguém. Afirmando que não tinha a intenção, mas que estava com inveja desta pessoa. Com a mentira ele aprendeu a sempre ter uma desculpa para tudo. E nunca ele era culpado, ele era coitadinho, era sempre vítima. Até mesmo usar doenças para quebrar ou baixar qualquer resistência as suas intenções. A inveja positiva é como considerar o jogar sujo algo limpo.
A pergunta era, como fazer mal a uma pessoa e sair bem na fita? Precisava ter uma estratégia para enganar todo mundo e prejudicar somente a pessoa que era um obstáculo para mesmo objetivos. Esta era uma questão muito importante. Foi então que conversando com alguém ele aprendeu sobre Jeremy Bentham. Este filósofo defende que o bem tem que ser feito ao maior número de pessoas. E isto é considerado ético. Ele tinha a ferramenta que faltava para continuar a ser maquiavélico.
Agora sim eu consigo o que eu quero, pensou ele. Pois, eu posso fazer o mal para uma única pessoa e dizer que fiz o bem para o maior número de pessoas possível. É só eu quebrar um galho aqui, um outro ali. E continuar com as mentiras aqui e ali. Que vai dar tudo certo. Pois, com estas atitudes eu desenvolvo uma dependência emocional com as pessoas. Elas ficam emocionalmente envolvidas então sempre darão razão, mesmo ela não usarem a razão.
É uma forma de ser antiético de forma ética, que é um grande absurdo. Mas, como muitos aceitam isto, então se continua a se propagar a desonestidade. E muitos têm nesta atitude é ser empreendedor. Que horrível!
E para a vítima, ele manipulas as pessoas para se aproximar dela e dizer para a vítima confiar em Deus. Para ter pensamento positivo. Para acreditar que aqui se faz aqui se paga. Para acreditar que depois da tempestade vem a bonança. E também manipula outros para dizer a ele que também sofreram. E com isto ele se protege de uma tentativa de justiça e pode ir escolher uma outra vítima. E até oferece uma ajuda a vítima para camuflar ainda mais a sua maldade, para ganhar a confiança de alguém e usando a vítima desta vez.
Esta é uma forma de violência das mais brutais sem derramar uma gota de sangue e assim a sociedade prossegue com estas pessoas, não para o bem, não para uma ética, não para o melhor desenvolvimento do ser humano.  


quarta-feira, 20 de setembro de 2017

Brasil é Uma Grande Nação? Você Decide!

Estou para dar uma não notícia, o Brasil está em crise. Na verdade o Brasil sempre esteve em crise. Seja uma crise referente a não querer ser mais colônia, a não querer ser um reinado, a querer a independência. Também a não querer ter um ditadura seja civil ou militar. Não querer uma inflação astronômica etc. Crise no Brasil é o que não falta. Mas, a atual é uma das maiores que já passamos, pois além de uma grande dívida interna e externa a corrupção se mostrou que é um dos piores problemas que temos.
Na década de 1980, o Brasil passava por uma grande crise econômica que destruía qualquer salário, pois a inflação era muito alta, o governo aumentava constantemente o salário mínimo para ajudar o povo, mas por sua vez esta decisão acabava aumentando também os preço de tudo e o resultado era mais inflação. Também o desemprego era muito alto. Os empresários tinham muita dificuldade de executar suas atividades, pois os preços estavam sempre subindo, a população quando não ganhava um salário digno, estava procurando emprego. E as dívidas do Brasil também eram altas.
Este cenário parece muito com o de hoje. A diferença de hoje é que os empresários estão conseguindo criar alternativas para superar esta crise. Vemos que está existindo uma certa independência dos empresários em relação ao governo. A crise que o governo cria antigamente afetava a todos de maneira muito forte, mas hoje por vários fatores os empreendedores estão conseguindo construir seu sucesso. E convenhamos ainda bem que alguém está fazendo algo pelo Brasil. Mesmo em um país que não se investe em educação de qualidade os empresários estão fazendo o seu melhor.
Uma diferença muito importante em relação as outras crises é que existe um constante debate sobre as necessidades e desafios que o Brasil está atualmente passando. E são muitas vozes e pensamentos. Todas são importantes, seja as revistas, jornais e tv. E o povo também está participando muito mais do que em outras épocas. Acredito que isto é muito bom. O debate as vezes são mais consistente outras vezes nem tanto, mas o importante é continuar debatendo. Estudando sobre os temas importante e contribuindo com a sociedade. O que ficou muito claro para todos que o maior desafio do Brasil é a corrupção que está impregnado no governo, na oposição e nos partidos políticos. Nunca a questão ética está tão na moda como antes. Sócrates que o diga sendo o pai da ética.
Um erro da década de 1980 foi considerar o Brasil o país do futuro, esperar o futuro não deu muito certo. O Brasil tem que ser o país do agora. Pois definir o que é o futuro é muito complicado e incerto. Mas, o presente é exatamente o momento em que podemos atuar.
Já está muito presente em nossa sociedade que o Brasil precisa sempre se preocupar com o crescimento econômico. Sem crescimento econômico o Brasil fica estagnado. O crescimento econômico garante a performance dos empresários. Garante o emprego dos adultos. A educação do jovem e a esperança de todos. Aqui é um modo de avaliarmos um governo, pois aumentar impostos é muito fácil, qualquer um faz. Mas, administrar de verdade é mais difícil.
Além do crescimento econômico também a necessidade de combate a inflação com picos de deflação. Isto vai ajudar a valorizar o crescimento econômico. Já também está muito claro que tentar segurar ou controlar a inflação subindo ou descendo os juros não da certo. O preço que você pagava os produtos no começo da estabilização da economia não é o mesmo. Não tem sentido o governo fazer de tudo para fazer o Brasil crescer e gastar todo este esforço com inflação alta. Aumentar o salário mínimo, mas também aumentar a taxa de juros é uma grande ilusão.
O Brasil necessita de pessoas capacitadas e de mais pensadores. A educação é outro setor que o Brasil precisa urgentemente investir, sem educação não há nação que sobreviva. Sem educação o desenvolvimento do país é lento com a tendência a ficar ainda mais lento. Vemos que muitos cidadãos se esforçam para investir em educação, que é uma atitude muito louvável, mas necessitamos de mais. E o governo tem que investir em educação.
Não se pode deixar de citar nesta lista o problema da corrupção. Qualquer tipo de investimento será destruído se a corrupção estiver atuante. É o que vemos na atualidade. A corrupção no governo é muito grande e quanto mais se investiga mais se encontra. E esperamos que as investigações continuem. Era muito comum a familiaridade com a corrupção no governo e nos partidos políticos. Mas, hoje se sabe que a corrupção alcançou algumas empresas e também no judiciário, principalmente no supremo. Algo que tem que ser combatido com a tendência de extinção. Se o Brasil quer melhorar suas condições de vida para todos a corrupção tem que ser uma luta constante para evitá-la ao máximo. E é possível, outros países tiveram problemas muito piores do que os nossos e conseguiram. E se eles conseguiram, nós também podemos conseguir. A primeira coisa é querer. É ter o desejo. E lutar. Pois, a corrupção é uma doença, já ouvi dizer que é o câncer da sociedade. Comparações a parte, o que se sabe é que a corrupção é um dos maiores obstáculos para o real desenvolvimento do país, como também do indivíduo.
Acredito que estes ponto contribuirão para o crescimento do Brasil.  E o brasileiro merece um país desenvolvido!

sexta-feira, 1 de setembro de 2017

Seleção Mecânica

Eu me surpreendo cada vez mais em cada processo seletivo que inventam. A criatividade para excluir é imensa. Eu acho que se perde muito tempo gastando neurônios para inventar modos de exclusão. Seria mais fácil usar uma bola de cristal, consultar cartas ou coisa parecidas. Participei de um processo seletivo a distância. Não tinha olho no olho, não tinha uma conversa para melhor esclarecimento. Era um questionário com perguntas fixas e contraditórias. Interessante é que eles podem ser contraditórios e o candidato não. Se o questionário é contraditório significa que a empresa é contraditória. E se você faz um questionário contraditório está manipulando o candidato a ser contraditório também. E aqui percebemos que a empresa não é ética. Que tipo de moral que pratica, talvez ela deve filmar a atuação de seus vendedores. Daí fica claro o quão certo Pascal disse que a verdadeira moral zomba da moral. Seria interessante debater sobre esta citação, pois esta moral desta empresa não é moral. Se for o caso, é claro.
Depois de preencher o questionário que é muito mal formulado considerando questões éticas, recebi o resultado:
Prezado Sr. ....

Obrigado por seu interesse em trabalhar conosco.

Dado que temos muitos candidatos e uma análise aprofundada de seus dados indica que a sua carreira, seus interesses e suas habilidades provavelmente melhor se ajustarão a outros trabalhos.

Lamentamos não poder oferecer um trabalho adequado para você atualmente. Esperamos que encontre em breve, em outro lugar, um emprego melhor adaptado a você.

Agradecemos muito pela confiança e desejamos-lhe tudo de melhor para o seu futuro.

Atenciosamente
P.S.:
Infelizmente e-mails encaminhados não podem ser respondidos. Agradecemos a sua compreensão.

Eu já vi muitas atitudes antiéticas, mas com um prova como esta é a primeira vez. Então vamos analisar. Temos muitos candidatos, quer dizer que já que tem muitos candidatos podemos excluir mais facilmente, e como temos muitos candidatos vamos decidir o que você quer. Um questionário mecânico e fixo e um currículo é suficiente para analisar profundamente uma pessoa. Esta empresa deveria dar cursos para todos os grandes pesquisadores que estudam durante anos e ainda não conseguem analisar perfeitamente um ser humano. Mas, eles conseguem. Estes grandes pesquisadores pagariam rios de dinheiro para conseguir fazer tamanha análise. 
Quem são eles para decidir quais são os meus interesses e habilidades? Puxa vida! Já que as pessoas não sabem quem elas são então elas vão procurar emprego para que o pessoal do RH decida por elas o que elas são. Tem várias histórias de pessoas que são formadas em uma determinada área e migram para outra totalmente diferente e se dão muito bem. Mas, não esta empresa sabe mais do que todas estas histórias. Todas as pessoas que tiveram sucesso com esta atitude é nada para eles. 
O que percebemos é um grande preconceito nesta forma de selecionar as pessoas. Eles não sabem o que é ser ser humano, pois não permitam que o ser humano se desenvolva. Que tenha metas. Que se desenvolva habilidades diferentes do que as que já possui. 
Quem são eles para dizer que não me adaptaria ao emprego? Já sei, eles usam uma bola de cristal. Ou consultaram uma cartomante, pois é impossível saber isto. Alguém deveria informar a esta empresa que existe uma coisa chamada superação. Também existe uma outra chamada adaptação. Ah! Tem uma outra coisa que é um fato que existe no ser humano chamado aprendizagem. Com certeza eles não conhecem esta coisas. Se for falar em inteligências múltiplas que foi desenvolvidas pelo psicólogo Howard Gardner é muito para eles. Lamentável digo eu por este processo injusto, incoerente com o desenvolvimento do ser humano. Espero que eu realmente encontre uma empresa que não seja injusta e preconceituosa. E a última frase prova que eles são totalmente fechados para o novo, na verdade até para o antigo, pois o que citei já faz muitos anos que existem. 

Seleções e Contradições

Os processo seletivos da empresas deixam muito a desejar. É importante analisá-los para entendermos esta dinâmica e com isto esclarecemos a todos. Depois que conhecemos que a máxima do pessoal do RH é mentir com boas palavras fica fácil perceber que é exatamente isto que ocorre. Infelizmente, pois acredito que não há necessidade de mentiras. Mas, o que eu quero comentar foi um emprego que fui buscar. Me pareceu um local muito legal para se trabalhar e gostei muito da proposta. Então eu fui até lá para participar do processo seletivo. 
Então veio a gerente para explicar sobre a vaga e sobre a empresa e se apresentar. 
Ela disse que trabalhava na polícia civil e militar. E também era gerente da unidade em questão. Também afirmou que esta unidade estava em uma colocação baixa e com ela tudo melhorou. Também explicou que além do salário fixo e comissão. Também havia premiação diária, mensal e anual para os seus vendedores. E depois de várias explicações ela fez um intervalo. Para bebermos água e irmos ao banheiro. E observando o banheiro você consegue ter uma visão da empresa. Uma empresa que oferece um fixo atrativo, uma comissão gorda e premiação motivadora e não tem papel toalha no banheiro e também não tem sabonete líquido é uma contradição. É um sinal de alerta, pois tem algo de errado nesta empresa. 

Então depois do intervalo eu fui mais atento o que ela tinha a dizer. Ele disse que tinha três faculdades, mas sua linguagem não provava isto. E depois de sua fala, ela explicou que o processo seletivo seria de 7 dias. E sem pagar condução e almoço. Uma pessoa desempregada tendo que manter tudo isto não é fácil. E depois de tudo isto ela simplesmente dispensa a pessoa não é legal este processo. E depois ela conversou com cada candidato e ela não deixava o candidato terminar uma frase. E isto significa que é uma pessoa que tem dificuldade de escutar. E ouvir é uma das grandes características de um líder. E ela também disse que tem dificuldade de confiar nas pessoas, principalmente quando está para fechar uma venda. Um líder que não confia nas pessoas não é líder. Então esta empresa não é boa para se trabalhar, pelo menos com esta líder. Foram muitas contradições. 

Confundindo Para Enganar

Eu gostaria de escrever sobre outros assuntos, mas acredito que é de muita importância escrever sobre empregabilidade e assuntos relacionados. É importante saber se uma empresa é boa ou não para se trabalhar, pois o nome da empresa se torna um segundo sobrenome nosso. Eu fulano da empresa tal. Então uma empresa que valorize seu funcionário é muito importante. E muitas vezes se percebe se a empresa valoriza o funcionário como trata os clientes. É fundamental esta observação. Depois de esclarece sobre a questão do um centavo. É interessante observar uma outra forma de tentar enganar o cliente.
Em uma grande rede de vendas de alimentos usou a seguinte tática para enganar o cliente, colocou dois produtos parecidos no mesmo lugar. Produtos idênticos. Mesmo sinalizados, confunde o cliente, e o valor é quase 4 vezes mais caro. Uma pessoa que tem dificuldade de enxergar com certeza irá se confundir. E nesta confusão eles ganham alguns centavos. Esta atitude é uma forma de roubo.

sexta-feira, 18 de agosto de 2017

Como Saber se uma Empresa é Boa para se Trabalhar

Hoje em dias as empresas prometem muitas coisas para as pessoas que pretende trabalhar com eles. Prometem "mundo e fundos". Geralmente ele falam que pagam um ótimo salário e uma ótima comissão. Também seus benefícios são os melhores. O plano de carreira é o melhor que existe. E a empresa sempre dá ótimas oportunidades. Também sempre se mostram como uma empresa ética, repeitadora dos direitos humanos, que não aceita nenhuma foram de corrupção e suborno.
Afirmam que não é só uma empresa, é uma grande família. Mostram vídeos de depoimento de funcionários felizes. A impressão que passa é que estes funcionários só descobriram a felicidade quando foram trabalhar nesta empresa. A vida destas pessoas só tiveram sentido quando a empresa fez o favor de contratá-lo para trabalhar na empresa. Participar do quadro de funcionários é a melhor coisa que pode acontecer a um ser humano. É equivalente a ganhar o oscar ou o prêmio nobel. Para os menos capacitados ganham o prêmio jabuti. Mas, conversando em ocasiões foram do contexto do trabalho observaremos que as coisas não são bem assim. E se fizer uma pesquisa descobriremos que a quantidade de processos que existem contra a empresa é enorme. Isto é muito ruim, então é lógico que querem fazer acordos para diminuir a insatisfação do funcionário. E está aí a reforma trabalhista, para ajudar a realidade a se conformar com o marketing.
Mas, como saber se uma empresa é assim antes de participar de sua realidade? Já que a justiça irá defender a empresa. Acordos verbais terão mais importante do que a lei.
É só você entregar um currículo azul escuro, quase preto. Se seu currículo for compatível com a vaga, não é a cor do currículo que irá impedir de você participar do processo seletivo. Pois, se eles não te chamarem significa que eles julgam o livro pela capa. Não dão importância para o conteúdo do seu currículo. Significa que esta empresa pode até ter tudo o que a propaganda diz, mas não será a sua capacidade que dará importância para um plano de carreira, pois os critérios não será honesto. Este plano de carreira será para alguns. Talvez podemos identificar que o poema, Vou-me Embora pra Pasárgada, do grande poeta Manuel Bandeira, não é só um poema legal e interessante, é um fato. Se você não for amigo do rei, não poderá reinar. Mais, uma dica que o mentir com boas palavras está na moda em muitas empresas!